Image Hosted by ImageShack.us

Tuesday, June 27, 2006

procura-me nas estrelas...


“When you wish upon a star, makes no difference who you are
When you wish upon a star, all your dreams come true…”
Pinnochio


procura-me nas estrelas...

estava uma noite tão linda, clara e a lua tão cheia e bela...
sentia-me tão triste, brilhava aqui, estava tão fria, tão só...
mas a lua veio ter comigo e disse-me para olhar para a terra...

descobri numa janela, alguém que olhava teimosamente para o céu
tentando descobrir algo entre nós, milhares de estrelas... eras tu...

os teus cabelos e olhos eram escuros como a noite, e o teu sorriso franco...
disse-me a lua que eras um poeta e que estavas à minha procura
vias-me brilhar no céu, tão alta e sozinha, que querias a minha companhia

disse-me que quando derramo as minhas lágrimas
querias ser um anjo para poder voar até mim
para me abraçar e com beijos as poder secar...

mas a lua disse-me que eu tenho que saber esperar...
que o meu nome foi tatuado no teu coração assim como o teu foi no meu,
não apenas nesta vida, mas em todas as que já vivemos ou que viveremos...
Olhos de Lua, Olhos de Mel...

porque não posso dominar o tempo...
procura-me no céu entre as estrelas...
sonha as estrelas...

Imagino, logo pertenço e sou livre...

Thursday, June 22, 2006

vem comigo...

Image Hosted by ImageShack.us

Vem comigo!


Se conseguir, levo-te comigo por este insondável firmamento!
Sinto a necessidade de percorrer livremente todo este espaço...
Nele quero voar, de corpo e alma, e sentir-me livre, sem amarras.

Quero esquecer tudo o que aconteceu antes de descobrir o meu caminho!
Mas não o quero percorrer sozinha!
Vem comigo!

Por alguns instantes que fossem, gostaria de deixar os meus desejos e os meus pensamentos aqui mesmo, na Terra!

Queria sentir-me uma estrela pequenina,
piscando assustada pela grandeza do infinito.
Queria sentir-me uma estrelinha,
para que um poeta apaixonado,
descobrisse-me e desse-me um nome...
que não me recordasse os sonhos e amores
que ficaram perdidos neste emaranhado de galáxias...
E que fizesse poemas para mim,
e que neles vibrasse um coração renascido!

...


...

Deixar de lutar por uma pessoa não significa ter deixado de amá-la...
e sim a simples certeza de tê-la perdido...
...

Thursday, June 15, 2006

*****


Sonha o que ousares sonhar...
Vai aonde queres ir...
Sê o que queres ser...
Vive! Ama! Sonha...


*****

Dream what you dare to dream…
Go where you want to go…
Be what you want to be…
Live! Love! Dream…

*****

Rêve ce que tu oses rêver…
Vas où tu veux aller…
Soies ce que tu veux être…
Vis! Aime! Rêve…


*****

Sueña lo que usted se atreve soñar...
Vaya a donde usted desea ir...
Sea lo que usted desea ser...
Vive! Ama! Sueña...
*****
À bientôt...

Monday, June 12, 2006

sempre soube...



sempre soube...
sempre soube que um dia seria
“acorrentada” por um sentimento maior...

foi um encontro de almas
no universo do amor...

descobrimo-nos quando não pensávamos em nada
e timidamente fomo-nos reconhecendo...

fui-me encantando
com tudo que vinha de ti...
e senti que nossos corações
batiam em total sintonia...

apaixonamo-nos...

mas a distancia é cruel e não perdoa
a falta que sempre sentimos um do outro...
e o tempo foi passando...

hoje me rendo à saudade...
e derramo nas letras o meu amor por ti...
sou o reflexo da solidão
no meio da multidão...

as minhas lágrimas traduzem-se em versos
que só falam da nossa paixão...
de correntes de elos indestrutíveis
gerados pela força do amor...
hoje a saudade explode no meu coração...
amo-te... sonho-te... porque preciso de ti!

Friday, June 09, 2006

...


sonho o impossível,
coisas simples da vida...
crescer... viver... amar...
cresci, vivo, mas...
continuo tão simplesmente a sonhar...
...amar-te...

Tuesday, June 06, 2006

O amor...

Image Hosted by ImageShack.us


Dizem que para o amor chegar não há dia,
não há hora nem momento marcado para acontecer...
Ele vem de repente...
e instala-se no mais sensível dos nossos órgãos,
o coração...
Começo a acreditar que sim!
Mas percebo também que,
pelo facto deste momento não ser determinado pelas pessoas,
quando chega, quase sempre os sintomas são arrebatadores...
Vira tudo às avessas e a confusão instála-se.
Quando duas almas se encontramo que realça primeiro
não é a aparência fisica, mas a semelhança entre elas...
Elas compreendem-se e sentem falta uma da outra...
Entristecem-se por não se terem encontrado antes,
afinal tudo poderia ser tão diferente...
No entanto sabem que o caminho é este
e que não haverá retorno para as suas pretensões.
É como se elas falassem além das palavras,
entendessem a tristeza do outro,
a alegria, o desejo,
mesmo estando em lugares diferentes...
Quando almas afins entrelaçam-se
passam a sentir saudade uma da outra,
num processo contínuo de reaproximação
até a consumação...
Desejam coisas que se tornam quase impossíveis,
mas que são tão simples de viver.
Como ver o pôr-do-sol,
caminhar por uma estrada com lindas árvores,
ver a noite chegar, ir ao cinema e comer pipocas,
rir e brincar, brigar às vezes,
mas fazer as pazes com um jeitinho muito especial.
Amar e amar, muitas vezes,
sabendo que logo depois poderão estar juntas de novo,
sem que a despedida se faça presente.
Porém muitas vezes elas encontram-se
num tempo e num espaço muito diferentes
daquele que as suas realidades podem permitir.
Mas depois de se encontrarem ficam marcadas,
tatuadas e ainda que nunca venham a caminhar para sempre juntas,
elas jamais conseguirão separar-se.
E o mais importante: terão de se encontrar em algum lugar.
Almas que se encontram jamais se sentirão sozinhas
porque entenderão, por si só,
a infinita necessidade que têm uma da outra para toda a eternidade...

Friday, June 02, 2006

Thursday, June 01, 2006

Je te donne...


Je te donne...

Je t’ai donné mon coeur
Depuis je n’ai cessé de penser a toi.
Chaque nuit je rêve au jour ou je vais te revoir,
Où enfin je pourrai t’embrasser, te serrer contre moi.
Mon coeur bat au rythme de ta vie,
Quand je te parle je ne peu l’empêcher de s’emballer,
Quand tu vas mal il marche au ralentis,
Il n’obéit qu’à toi, je ne peux plus le contrôler.
Et quand j’entends ta douce voix
Me dire « je t’aime » dans un murmure timide,
Alors dans une vague de bonheur je me noie,
Mes yeux se ferment, ma gorge se noue, mon corps se vide.
Mon esprit est comme transporté, submergé,
Il rejoint mon coeur dans ce pays merveilleux
Où tu es l’ange gardien de mes pensées.

Eternos amantes...

www.simplesmentemurmurios.blogspot.com

Eternos amantes
Nós somos companheiros do Sol e da Lua...
pois, para nós, o universo não teve início nem terá fim!
somos estrelas de cristal que brilham no horizonte encantado...
Sim... somos os amantes... constantes e eternos, do crepúsculo solitário...
somos a doce magia que envolve as constelações estreladas...
Sim... somos a brisa serena das esferas celestiais...
somos bailarinos que, juntos, dançam uma só música...
nos braços envolventes de um mágico vento...
que nos leva ao oásis do mesmo sentimento...
Sim... somos cúmplices de muitos sonhos alados...
somados, divididos, partilhados...
somos a doce poesia, de amor e de paixão,
que vagueia livre pelo horizonte da ilusão e da fantasia...
Somos, a Princesa e o Príncipe, de todas as noites,
que habitam no mundo da alvorada...
em qualquer mundo... em todos os mundos...
além de toda e qualquer imaginação...
Sim, somos a magia das florestas,
com seus duendes, gnomos, elfos e fadas...
lugar onde brotam os luares em flor...
e onde nascem águas plácidas e sossegadas...
Ninhos de nuvens azuis... rios de amor...
Sim... somos dois e somos um...
Sim... nós somos música
que ressoa por todo o universo...
melodias que se tornam essências perfumadas...
e somos guardiões da noite e do dia...
guardiões dos mares e dos ventos...
guardiões da Lua, do Sol...
Do Infinito...
Sim... somos segredo...
Somos enigma...
Somos mistério...
Somos guerreiros...
Fadas, magos e feiticeiros...
somos peregrinos do Universo...
que para nós nunca terá um fim...
Somos a mensagem deambulante...
que caminha entre o pó de ouro e prata
que nos leva as estrelas...
E o indecifrável verso que flutua e permanece
no horizonte da memória... para além do Tempo...
de qualquer tempo...
AMANTES...
DOIS EM UM...
UM EM DOIS...
POIS, NA TERRA E NO MUNDO
DA FANTASIA, DA ILUSÃO E DA MAGIA, PARA QUE MAIS...