Image Hosted by ImageShack.us

Sunday, October 29, 2006

a química dos sonhos...



a química dos sonhos


hipótese:

resolvi propor uma tese diferente...
análises à composição do ar e da água são vulgares,
por isso decidi-me por algo mais etéreo
e desvendar a química dos sonhos...

método experimental:

depois de inúmeras análises espectrofotométricas
e análises de cromatografia gasosa em placa fina,
decidi-me por testes de ressonância magnética nuclear
e em seguida testes de colisões de partículas sonhadas...


resultados:

descobri que os sonhos são constituídos por partículas elementares,
as fantasias e as ilusões, unidas entre si por uma ligação,
do tipo covalente dativa, na qual existe a partilha de emoções...
estas combinam-se em estruturas bipiramidais,
formando uma intrincada rede de coesão de sentimentos...

análise de resultados:

os sonhos são invisíveis a olho nu, podendo apenas ser visualizados,
utilizando os microscópios do coração e da alma...
são a base estrutural de todo o ser humano...

a sua dualidade de comportamentos não pode ser explicada
recorrendo apenas às leis da química e física quânticas,
mas também às leis da filosofia e teologia...

conclusão:

os sonhos podem não ser visíveis,
mas eles existem para quem neles acredita...
e para esses, enquanto houver vida,
haverá sempre um sonho...

Wednesday, October 25, 2006

numa noite de amor...



numa noite de amor...

brindamos o anoitecer,
numa noite serena...
uma cama macia,
as velas, a música,
um cenário perfeito,
que até arrepia...

um beijo, doce,
abraços e carícias...
o teu corpo, trémulo, agitado,
envolve-me o meu ser,
impregnando a minha pele
com o teu perfume nacarado...

lá fora, o mundo desaparece,
banhado pela luz do luar...
nos lábios, o sabor da paixão,
nos olhos, o brilho das estrelas,
nos nossos corpos, um desejo,
no rostos, uma emoção...

uma onda de prazer percorre-nos...
o calor desprende-se do teu corpo,
consome-nos desde o interior,
e numa loucura total,
como chamas incandescentes,
queimamos a energia deste amor...

Friday, October 20, 2006

um sonho a dois...




um sonho a dois...


o véu da noite cobre
e a pouco e pouco, descobre,
no olhar da lua
os nossos semblantes,
enamorados, amantes...

a eterna poesia,
num eterno sonhar,
de um amor de rara beleza,
bordado de sonhos e alegria,
na verdadeira alquimia...

vestidos de desejo,
sob o feitiço da sedução,
trajados de amor,
envolvidos na emoção,
embriagados em paixão...

vestidos de nós...
e na intimidade da noite,
um sonho a dois...
utópico, intuitivo,
ardente, vivo...

Monday, October 16, 2006

um beijo em paris...

imagem de arellano-migdalia


um beijo em paris...


como num baile de carnaval,
em que, na confusão,
duas pessoas afastam-se uma da outra,
o mesmo aconteceu connosco...
a vida despediu-nos...

mas continuei a olhar o céu,
na esperança de ver a mesma estrela que tu...
procurei-te entre os viajantes,
na esperança de encontrar quem te tivesse visto...
enfrentei os ventos,
na esperança que estes me trouxessem uma mensagem tua...

até hoje...
quando pensava desistir do sonho
e julgava-te perdido para sempre,
um vulto aproximou-se com o olhar fixo em mim...
alto, sorridente, olhos verdes, boca bem talhada...
tu...

o meu coração reconheceu o presente...
abriu as suas asas... e voou ao teu encontro...
abraçamo-nos... beijamo-nos, hipnotizados...

a magia do amor é pura alquimia...
entrego-me a ti... escolho amar-te...
não apenas nesta vida,
mas em todas as que vivermos...

Wednesday, October 11, 2006

a loucura do amor...




a loucura do amor...

procuro-te em todos os barcos que navegam o sena,
tento encontrar-te enquanto percorro os champs elysées...
sinto-te ao voar por entre as nuvens que tocam a torre eiffel...

procuro-te... grito por ti...
em resposta, o eco de um silêncio tumular...
procuro o brilho e o calor do teu olhar,
encontro apenas becos sem saída...
e entre nós, um imenso vazio...

o teu amor continua em mim tatuado...
na minha pele, no meu pensamento, no meu coração...
quero gritar ao mundo que te amo desde que nasci...

a noite, emocionada, desfaz-se em lágrimas
e a lua e as estrelas brilham cálidas no céu...

louca?!? talvez...
só um louco pode amar assim...

Friday, October 06, 2006

nas trevas da tua ausência


nas trevas da tua ausência



nas trevas da tua ausência,
na solidão escura e fria,
relembro o teu olhar
e a expressão avassaladora da despedida...

a minha alma partiu sozinha...
vagueia agora pelas palavras,
derrama lágrimas sobre as estrofes
e soluça sobre os versos...

a tristeza apoderou-se do meu universo,
despindo-me da alegria de viver...
e agora, ao olhar a lua que brilha no céu,
e enquanto o tempo dança encantado,
escuto o espírito das brumas
e o meu coração beija-te no infinito...

invadiu-me um silêncio sepulcral,
que transcendeu o santuário dos meus sonhos,
transformou a dor em palavras e
escondeu o amor nas entrelinhas...

perdi-te por pensar demais...
mas esquecer-te?... jamais...