Image Hosted by ImageShack.us

Friday, November 17, 2006

uma próxima vez...


para ti A. terna e eternamente

uma próxima vez....

lá fora a noite é fria,
e o vento assobia por entre as folhas...
espero uma mensagem, um email...
falta alguém aqui... faltas tu...

lentamente entraste na minha vida...
as tuas letras amontoaram-se em palavras,
uniram-se em frases,
que se encaixaram em textos e mensagens...

afinidade... simpatia...
carinho... sintonia...
um sentimento nascia,
mas não conseguia defini-lo...
e o tempo foi passando...

agora a chuva cai, molha o meu rosto,
e apesar do frio que sinto,
da distância que nos separa,
e da saudade que invade o meu coração,
digo-te, como me disseste um dia,
a vida é bonita...
sim, a vida é bonita...

um dia partilhamos um momento
e voltaremos a encontrar-nos
no universo, onde os versos são o caminho,
que tal como sonhos voam livres,
nesta ou numa outra vida...
porque tal como nos encontramos agora,
haverá uma próxima vez...
sempre houve e sempre haverá...

um terno e eterno até já...

52 Comments:

Blogger Cavaleiro said...

Por vezes a vida prega-nos partidas e separa-nos daqueles que amamos. Os momentos partilhados e os sonhos criados parecem por uns instantes desfazer-se diante de nós, mas é tudo uma mera ilusão, pois no nosso coração guardamos um pedaço desse amor q um dia nos elevou tão alto.
Para mim uma amizade nunca se quebra, especialmente aquelas verdadeiras, e um adeus é como dizes,um simples até já.
Mt bonito.

Bj ternurento
Cav

November 16, 2006 2:44 AM  
Anonymous césar said...

...quantas vezes nos perdemos, deixando para trás algo que que nos alimenta a alma, quando somos uma breve passagem no tempo.

Até à próxima vez.

beijo doce

November 16, 2006 5:14 PM  
Blogger chuvamiuda said...

.................
até já
até sempre
porque como diz o outro:

esperar dói
.................

Beijo e noite serena

November 17, 2006 1:34 AM  
Blogger Francieli Rebelatto said...

HUmmm, acho que conheço essa história, por que também a vivo, mas te digo esperes se de fato acredita que vale a pena, pois a saudade e a espera dóem, desgastram corroem, porém, nós ainda insistimos, não é...
Mas que olhos que nos aprisionam e que chuva lá fora que nos faz lembrar..

Beijos e cuide-se

November 17, 2006 2:18 AM  
Blogger Delfim Peixoto said...

E afinal o Tempo corre!
Nunca adeus, sim até já, até breve...!mesmo que doa!!!
bjs doces

November 17, 2006 10:37 AM  
Blogger luna said...

Querida Dreams

O infinito é tão perto e por vezes o perto parece tão longe... mas há sempre uma próxima vez.

Cada próxima vez pode tornar-se uma nova vida, um novo amor mais antigo que nós...

Continua a sonhar, encontra nos teus sonhos esse até já... Assim o eterno estará cada vez mais perto!

**)(** Abraço de Lua **)(**

November 17, 2006 1:43 PM  
Anonymous ferrus said...

Nem sempre a rota dos sonhos nos leva ao porto da realidade.
nem sempre os ventos enfunaram as velas da vontade.
nem sempre o que nos anima nos alimenta.
nem sempre a rotura é extinta,
mas o querer...esse poderá ser eterno.
Os versos voam onde estivermos, mas nem sempre existe a rima perfeita...
um poema de esperança, de dor ou de ambos?


o belo também pode ser triste e o teu poema diz-me isso.
beijinhos

November 17, 2006 2:10 PM  
Blogger MARTA said...

Ás vezes, é apenas um interlúdio - uma paragem no tempo, mas não se deve deixar morrer a esperança.
Adorei o poema - obrigada pela partilha
Beijos e abraços
Marta

November 17, 2006 3:20 PM  
Anonymous Anonymous said...

"...agora a chuva cai, molha o meu rosto,
e apesar do frio que sinto,
da distância que nos separa,
e da saudade que invade o meu coração, digo.te..."

digo.te: brigado por existires e seres o verdadeiro sinal de que ainda existe amor!

beijo doce

a sonhador

November 17, 2006 4:01 PM  
Blogger Plum said...

Lindo!Bom Fim de Semana!cheio de magia!abraços!*

November 17, 2006 5:16 PM  
Anonymous nuno said...

para voçês...

"Amor, quantos caminhos até chegar a um beijo,
que solidão errante até tua companhia!
Seguem os trens sozinhos rodando com a chuva.
Em taltal não amanhece ainda a primavera.
Mas tu e eu, amor meu, estamos juntos,
juntos desde a roupa às raízes,
juntos de outono, de água, de quadris,
até ser só tu, só eu juntos.
Pensar que custou tantas pedras que leva o rio,
a desembocadura da água de Boroa,
pensar que separados por trens e nações
tu e eu tínhamos que simplesmente amar-nos
com todos confundidos, com homens e mulheres,
com a terra que implanta e educa cravos. "

Nuno

November 17, 2006 5:47 PM  
Blogger Corvo Negro said...

A vida é... escorregadia!
Até já...

November 17, 2006 5:50 PM  
Blogger Por uma lagrima said...

"...um sentimento nascia,
mas não conseguia defini-lo...
e o tempo foi passando..."
Já ouvi e disse isto!!!... não sei onde nem quando!!! mas soa a tristeza profunda... ou será um estado de 'coma' afectivo?
Bom fim de semana :))
e um beijinho com muito carinho

November 17, 2006 5:59 PM  
Blogger marco said...

frio la fora?..entra eu aqueço te! beijocas

November 19, 2006 5:49 PM  
Blogger AlucarD said...

olá :)
lindo o teu post!
e a quem o dedicaste vai gostar de certeza!!
espero que esteja tudo bem ctg.
e sim, a vida é bonita! mas nem sempre corre como nós queremos! é bela e ao mesmo tempo misteriosa..
e quanto á musica! nem eu escolhia melhor.. lunatica- fable of dreams! boa escolha...
um terno até já!

beijos
† AlucarD †

November 19, 2006 8:00 PM  
Blogger mfc said...

Sempre procuramos o outro... não paramos de o fazer!

November 19, 2006 8:51 PM  
Blogger Sunshine said...

De facto o mundo torna-se vazio e frio enquanto esperamos por o contacto daquela pessoa que dá todo o significado á nossa razão de viver.
Quantas pessoas não ficam á espera de alguem enquanto olham para a chuva a cair?... desejo que o tempo para elas passem rápido e que lhes tragam uma prenda molhada com um beijo quente.

November 19, 2006 10:12 PM  
Blogger Um outro olhar said...

esperar doi e custa
...

:)

November 19, 2006 10:22 PM  
Blogger Unicus said...

Ternurento é o que posso dizer deste post.
Beijo carinhoso, amiga

November 19, 2006 11:33 PM  
Blogger Luthien Numenesse said...

Olá querida Dreams, cá estou de volta!
Sei perfeitamente o que é a Distância, tal como sei perfeitamente o que é o Amor verdadeiro... felizmente para mim, a distância não é tao longa. E o tempo como presente acabará com a minha tristeza de estar neste preciso momento afastada.
Amiga, espero realmente que não dês por perdido ou adiado o que nos faz mover montanhas! Os dragóes passaram por muitas Eras para amarem as filhas de Gaia...somos então antigas almas iluminadas pela aurora do amor sincero.

Beijinhos de Luz,

Herenya Na!

November 19, 2006 11:45 PM  
Blogger ...Pedaços de Mim.. said...

..Não desistas de sonhar,de concretizar,de viver.voltei mas como um novo espaço.agora sou ex-pedaços de mim.. bjinhos do luis.

November 20, 2006 1:15 AM  
Blogger Tino said...

:) Escrever palavras é fácil mas tu fotografas sentimentos... muito bonito!

Um beijo grande***

November 20, 2006 2:07 AM  
Blogger Ni said...

Dreams... Sonhos... ou realidades paralelas?
...

Estou-me a despedir da net e como não há acasos nem coincidências (há escolhas!), gostaria de te pegar na mão e de te relembrar algo que tu sabes...

O tempo e o espaço não são 'realidades' separadas... nem as várias vidas... tudo coexiste, numa unidade perfeita, de que fazemos parte. O tempo não passa, nós é que passamos por ele... o tempo É. É o momento. O Agora. Sempre. A nossa perspectiva é que traça um percurso. É como olhar uma tulipa numa jarra, sobre uma mesa numa sala. Vai-te parecer longe ou perto... com tonalidades mais fortes ou mais subtis... de acordo com a tua posição na sala... de acordo com a tua atenção, focalização.
...Assim é a vida. Corrijo: assim são as vidas.
Provavelmente, ao olhares para a tulipa, nem reparaste na jarra onde se encontrava... ou reparaste depois. Mas ela SEMPRE esteve lá. Apenas activaste a tua visão dela num momento diferente.

...

Sei (não me perguntes como, mas sei) que entendes totalmente tudo isto que te estou aqui a escrever, e que posteriormente poderás apagar.

Nada passa. Tu é que passas e continuas.
Poderás então voltar ao tal momento em que...? Sim, sempre. Mas ao fazer essa opção, deixarás de vivenciar outra experiência que escolheste e que te é necessária.

...

Tantas coisas que gostaria de te dizer...
...

Sorriso.

A vida «é bonita, é bonita e é bonita», sim...

Outro sorriso.

E não há adeus, nem nunca, nem sempre, nem não, nem sim... há tudo em simultâneo.... talvez, por isso, a opção mais bela seja o 'até já'... porque no 'já'... tudo coexiste.

Abraço de vento... com odor a jasmim... e a canela...

Até já...

Ni*

November 20, 2006 3:32 AM  
Blogger amigona said...

Que bonito! Como soubeste agarrar nas palavras e fazer Amizade com elas!
Fica bem querida...

November 20, 2006 10:25 AM  
Blogger amadis / pintoribeiro said...

Bom dia. Até já.

November 20, 2006 11:28 AM  
Blogger M.M. said...

Olá Dreams!
Existem destinos que se cruzam e outros que, simplesmente...não.
Creio que no vosso caso, do teu e do A, o Destino, futuramente ou não, vos irá juntar.
É só esperar, ter um pouco de paciência, aguardar por aquele instante, tão esperado.
Desejo-te muita Boa Sorte.


Um doce beijinho:

M.M.

November 20, 2006 12:28 PM  
Blogger Crystal said...

Voei neste texto...

Maravilhosa a forma como traduzes sentimentos, sonhos, esperanças, certezas, vida!...

Bj grande

November 20, 2006 1:13 PM  
Blogger Musician said...

Apesar de triste, transmite muitas coisas boas este texto!
Bonito mesmo Elianne.

E bonita música, como sempre aqui tens.

Beijinhos*

November 20, 2006 1:58 PM  
Anonymous Fallen Angel said...

Sei que a minha presença não tem sido das melhores, mas eu também não tenho andado bem espiritualmente. Parece que o meu égo anda um pouco em baixo, por isso peço desculpa pela falta de presença por aqui.
Um grande beijinho.

November 20, 2006 3:24 PM  
Anonymous biga said...

Olá!! Gostei muito do teu texto, pois esta forma de navegares no amor é tão bonita, apesar de triste. Luta pelo que queres, mas nao te esqueças que quando amamos os outros, temos de os deixar partir se eles assim o querem, pois é uma forma de crescerem prá vida...e nós também. Beijinhos de umas vozes do mar que navega também com saudade.

November 20, 2006 3:25 PM  
Blogger Miguel said...

Espero que seja apenas um simples Até Já ...!

Uma Boa semana!
Bjks da Matilde e cª!

November 20, 2006 3:37 PM  
Blogger Salvador said...

Até já!

Querida amiga

boa semana de trabalho

November 20, 2006 3:59 PM  
Blogger Tacitus said...

Até Já e que este não se eternize. Delicio poema, as usual. Boa semana.

November 20, 2006 4:37 PM  
Blogger Barão da Tróia II said...

Passei para desejar uma boa semana.

November 20, 2006 5:35 PM  
Blogger Nunovsky said...

Como sempre, mágico! Não me canso de dizer: fantástico :)

1 beijo

November 20, 2006 5:35 PM  
Blogger lagarto said...

um amor por correspondência?...é impressionante o k as palavras podem fazer sem que haja um contacto fisico ou visual...

November 20, 2006 6:48 PM  
Blogger alfazema said...

Minha Querida Sonhadora!
Minha Querida Eli!
Vim ler o teu lindo poema. Mais um de entre os muitos que desse coração saíram. Todos muito bonitos, muito doces onde o sonho foi, é e será a personagem principal. Continua a sonhar minha doce Eli, continua a colocar os teus sonhos bem alto e luta, nunca desistas de os atingir. Conta comigo, sempre, incondicionalmente para te fazer companhia e ajudar se preciso fôr a concretizá-los.
Adoro-te minha menina linda.
Beijinhos muitos.

November 20, 2006 11:50 PM  
Anonymous Guilherme F said...

E porque não dizer, Ama se isso te faz escrever...
Bjs
Gui

November 21, 2006 2:46 PM  
Blogger © Piedade Araújo Sol said...

Está já tudo dito!

Só acrescento, um belo poema de amor.

Gosto de ler-te menina....

November 21, 2006 3:27 PM  
Blogger .*.Magia.*. said...

Para a menina que fala francês, também deixo um Até já...

E um até outra magia!

Cheers

November 21, 2006 4:05 PM  
Blogger Just an ordinary girl said...

Bonitas as tuas palavras e mais bonito ainda é a tua certeza do "sempre houve e sempre haverá"!!
Vou tentar me deixar contagiar...

Um beijo meu, para ti!

November 21, 2006 4:28 PM  
Blogger happiness...moreorless said...

é muito bom acreditar que ha sempre a possibilidade de uma próxima vez...
Gostei*

November 21, 2006 6:32 PM  
Blogger VEM SONHAR COMIGO said...

Beijos e obrigada pela visita.

Beijinho doce
d

November 21, 2006 10:47 PM  
Blogger Erranteazul said...

Querida: Aunque el portugués es un idioma que no conozco, por las pocas palabras que entiendo pero sobre todo por el contenido de tus otras letras, en francés y en español, te ruego, si no es pedir mucho, que a tus amigos de habla hispana nos regales con un sueño.
Déjame acompañarte ahí, en ese bello espacio donde todo es posible. Tu fuiste quien me trajo hasta aquí. Permíteme entonces el placer de seguirte.
Un beso.

November 21, 2006 11:19 PM  
Blogger MLopes said...

" Um terno e eterno até já. "

Amei a composição daquelas tuas belas palavras, beijinhos =)

November 22, 2006 9:26 PM  
Blogger Vera said...

Está lindo! Cheio de sonhos e esperanças. De novas promessas...
"haverá uma próxima vez...
sempre houve e sempre haverá..."
Até já querida Dreams!
Beijinhos

November 23, 2006 1:27 PM  
Blogger Pierrot said...

Uma próxima vez...
E porque não desta vez, ou será que esta vez já é a proxima?
E se sentirmos a próxima vez sempre como esta vez, então é sinal de que saboreamos sempre o momento presente.
Dreams, para não variar, grande sentido da beleza poética tens tu.
Bjos daqui
Eugénio

November 24, 2006 6:10 PM  
Blogger Titania said...

A Vida não passa, a Vida fica, feita de encontros, desencontros e reencontros, nem que seja noutro plano, noutra dimensão.
Esse "até já" de esperança é a luz que dentro de ti continua a brilhar e que - através das tuas palavras - nos faz sentir também vivos!

Obrigada e beijinhos

November 29, 2006 3:22 PM  
Blogger Alexis Coald said...

La flores son fieles compañeras en la vida, estan en las buenas y en las malas.

Bello poema, te abrazo.

December 02, 2006 3:42 PM  
Blogger saisminerais said...

DREAMS

De onde venho,
De lado algum
Estou num sonho
Deitado no escuro
Desenho no céu
Estrelas mais brilhantes
Escolhidas a dedo, eu uso
Para escrever a mensagem
A última que te envio
È um SOS que vou desenhar
Bem grande ele vai lá estar
Poderá ser visto da terra e do céu
Por ti, pelos anjos e resto do mundo
Depois adormeço e vou sonhar
Tenho um sonho para contar
Conto do dia em que te beijei
Do dia em que descobri que eras tu
Do dia em que abri o coração
Do dia em que te procurei
Do dia em que te foste
Mas sonho ao acordar te ver
Sonho contigo, sou teu
Se lá não estás eu não acordo
Não vivo nem morro
Vagueio no espaço
No teu espaço vedado
No meu desejo de te amar
Não quero acordar sem ti.
Esta noite olha para o céu
Olha para trás,
Olha para mim
Uma ultima vez

January 27, 2007 5:41 PM  
Blogger ZezinhoMota said...

Como é bom lembrar-me de ti, sonhar com a fantasia
que estás aí do outro lado a ler estas minhas letras...

Por favor!

Faz o milagre de me apareceres!

Queria tanto te poder conhecer
e uma linda flor te oferecer!

Beijo de quem te ama com profunda AMIZADE.

ZezinhoMota

December 14, 2007 11:28 AM  
Blogger tangojo said...

me gusto de corazón tu blog,no se si la musica de fondo pero me parecio muy tierno

December 28, 2007 1:48 AM  

Post a Comment

<< Home